Logo_Boletim_2019.png

Canal de cases da TIC pública brasileira

Etice (CE) inova em cloud computing

Ceará quer economizar R$ 380 mi ao migrar dados para a nuvem

A computação em nuvem já causa impactos diretos na economia do Estado. Através dos serviços da Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice), providos em parceria com a Amazon Web Services (AWS) e outros grandes provedores, o Governo obteve, em um ano e meio, uma economia de 26% nos gastos operacionais ao transferir as estruturas de dados de servidores locais "para a nuvem", mantida a partir de data centers conectados ao redor do mundo. A informação foi confirmada, em entrevista exclusiva ao Sistema Verdes Mares, por Jeffrey Kratz, diretor-geral de Serviço Público para a América Latina, Canadá e Caribe da AWS. Ao todo, foram poupados R$ 35 milhões.

Administrando um processo gradual de migração de dados para a nuvem de pelo menos nove secretarias e órgãos, a perspectiva da Etice é que, daqui a dois anos, todo o Governo opere em ambiente de nuvem. A medida produzirá uma economia, em cinco anos, de R$ 380 milhões, estima Adalberto Albuquerque, presidente da Etice. Contudo, a parceria com a AWS ainda deve gerar outros resultados.

Após reunião com uma comitiva do Estado, que contou com a presença do governador Camilo Santana, a AWS afirmou que está dimensionando o possível investimento de um data center no Ceará nos próximos anos. Apesar de não precisar o valor do aporte, o presidente da Etice comentou que a relação entre o Estado e a AWS tem evoluindo de forma sólida. A formalização do investimento poderia acontecer já nos próximos quatro meses.

"O Governo do Estado sempre se mostrou disposto em atrair os grandes players do mercado e estamos tendo uma boa relação com a AWS desde o edital de busca de provedores de serviços em nuvem, há dois anos. A reunião com a AWS foi muito proveitosa e temos a sensação de que esse namoro logo deverá virar um casamento e eles possam investir aqui no Ceará", afirmou Albuquerque.

A instalação de uma estrutura de data center em Fortaleza, para a AWS, seria estratégica para atender de forma mais direta à demanda de outros estados no Nordeste e outros países próximos. Após a chegada dos cabos submarinos e a conexão feita pela Angola Cables, o continente africano também estaria nos objetivos da companhia.

Avanço tecnológico

Sobre a parceria com o Estado, o representante da AWS - empresa que vem trabalhando em parceria com o Governo do Ceará há pelo menos dois anos -, explicou que essa melhora no desempenho foi gerada graças à postura do executivo estadual de buscar avanços na tecnologia para melhorar os serviços à população e otimizar os gastos públicos. De acordo com Kratz, o Governo do Estado tem "agido como uma startup" ao promover o desenvolvimento social e econômico através do avanço tecnológico.

"A AWS tem tido um longo relacionamento com o Governo do Ceará. Nós nos inspiramos pelo ímpeto do Governo de modernizar os serviços à população e de construir o crescimento econômico na comunidade de startups locais. E o Governo também tem trabalhado, focando em talentos futuros, para ajudar na atualização da força de trabalho para usar os serviços de computação em nuvem", afirmou.

Inovação

Kratz ainda comentou que, além de gerar uma economia de gastos públicos, a atualização para os serviços de nuvem dará mais forças para que o Estado promova inovação e desenvolvimento do mercado de startups em todo o Estado.

"No Ceará, temos a Etice, que está fugindo de modelos antigos de hardware, porque eles perceberam que não teriam como inovar uma velocidade satisfatória. E há o entendimento de que a tecnologia pode promover o desenvolvimento econômico e o crescimento do ambiente de startups, no curto e no longo prazo. O Governo abraçou programas que promovem mudanças pelo avanço tecnológico, e isso permite que dois jovens possam desenvolver um aplicativo que poderia ser o novo AirBnb", comentou.

Educação

Entre esses programas de desenvolvimento, a AWS vem trabalhando, em parceria com o Estado, no "Educate", que permite estudantes da universidades públicas do Ceará, federal e estadual, acessar de forma gratuita softwares de treinamento e aprendizagem em computação em nuvem. O objetivo é, além de treinar e introduzir conceitos aos jovens, dar ferramentas para o desenvolvimento de projetos e startups no futuro para desenvolver o mercado.

"Se a gente quiser abrir uma startup ou criar um novo app, nós poderíamos fazer o upload dele em minutos e levar para todo o mundo. E isso é parte dos benefícios da nuvem. Até porque temos uma vasta rede de clientes", disse.

SIGA A #ABEPTIC:

  • Facebook - ABEP TIC
  • LinkedIn - ABEP TIC
  • Instagram - ABEP TIC
  • YouTube - ABEP TIC

O BOLETIM ABEP É UM OFERECIMENTO DE:

isgparticipacoes_banner_abep_700x90px.pn