Estados com maior classificação no índice contam como chegaram à liderança do ranking e comentam vitória

Os Estados foram agraciados com troféu e certificado por conquistarem as primeiras posições no ranking. O destaque da edição de 2022 fica com o estado do Rio Grande do Sul, que recebeu o prêmio de primeiro lugar pelo segundo ano consecutivo, computando o total de 142,50 pontos.

 

“A gente sempre tem a expectativa de avançar e conseguir liderar o processo, mas não é isso que nos move e nem tem que ser o motivador de nenhum Estado, mas sim o desenvolvimento dos serviços e um processo contínuo”, declara Cláudio Gastal, secretário de Planejamento, Governança e Gestão do Rio Grande do Sul. “É nisso que todos devemos nos envolver e é o que eu considero fundamental nesta iniciativa. Eu gostaria que no futuro nós tenhamos todas 27 UFs em primeiro lugar com pontuação maxima”.

 

A segunda posição no ranking ficou com o Estado de Goiás com 140,25 pontos e, na terceira posição, Minas Gerais, com 126,25 pontos.

 

Marcio Cesar Pereira, Secretário de Estado de Desenvolvimento e Inovação de Goiás, comenta que o Estado alcançou a sétima posição em 2021 e vem evoluindo desde então para subir no ranking. Agora conseguimos a segunda colocação e para a gente foi um grande avanço, porque também pegamos a terceira posição neste índice que mede a variação nominal. O Estado vem cada vez mais pensando em como o cidadão pode se beneficiar e qual é a maneira mais fácil para colocar o digital na mão do cidadão”.

 

“A gente tem conseguido evoluir com a colaboração das secretarias e, logicamente, de todos os colaboradores da Prodemge”, explica Roberto Tostes Reis, Diretor-Presidente da Prodemge, afiliada da ABEP-TIC em Minas Gerais. “Pretendemos avançar neste Índice de transformação digital, porque isso traz a melhoria dos serviços públicos para o cidadão, então é um foco que a gente tem e vamos  investir, já que traz um retorno financeiro para o Estado e uma economia de tempo e dinheiro para o cidadão também”.

 

Além desses, houve também a premiação para a maior variação nominal na pontuação entre 2021 e 2022, categoria que indica o avanço que esses estados tiveram de um ano para o outro nas entregas digitais à população, na qual o Estado do Rio de Janeiro saiu na liderança.

 

“É um dia de muita felicidade para o Estado do Rio de Janeiro”, comemora Mauro Farias, Presidente da Proderj, afiliada da ABEP no Estado. “O cidadão fluminense deve se sentir orgulhoso de que pessoas como os servidores do Proderj estão aqui para se dedicar e que o cidadão fluminense tem serviços digitais cada vez melhores”.

 

“A gente só tem a agradecer e se empenhar para trabalhar cada vez mais e buscar novos prêmios”, finaliza Diego Henrique, vice-presidente de Administração da Proderj.

 

O distrito federal e goiás seguem o rio de janeiro na segunda e terceira posições de maior variação nominal, respectivamente, e também foram premiados.

Assista a matéria clicando na imagem acima

Pauta 2 Líderes.png