Logo_Boletim_2019.png

Canal de cases da TIC pública brasileira

Legado fluminense

Proderj faz balanço de ações e projetos realizados em 2018

Em dezembro, mais um ciclo anual se encerra e, de janeiro até hoje, foram muitas conquistas durante mais um ano da gestão do presidente Antonio Bastos à frente do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro (Proderj). Um 2018 repleto de desafios como o novo Data Center do órgão de TIC do estado, que será inaugurado com investimento zero, utilizando os equipamentos usados nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e que foram doados à autarquia, mediante a apresentação e aprovação de projetos que demonstraram os impactos positivos da criação de uma nova instalação.

Além disso, também foram desenvolvidos diversos sistemas, portais, aplicativos e projetos como, por exemplo, a Agenda Digital, que definirá um plano estratégico de TIC para o estado com planejamento de curto, médio e longo prazo, a nova tabela de serviços da autarquia, com o objetivo de possibilitar maior captação de recursos e a bilhetagem eletrônica, que permitirá armazenar e gerir informações dos modais de transportes.

- Primeiramente, gostaria de agradecer muito a dedicação de todos os nossos servidores durante esse ano e o trabalho incansável das diretorias. Costumo dizer que o Rio de Janeiro tem uma enorme vocação no setor de TIC e que esta é uma área crucial para continuarmos avançando em todas as outras, colocando assim a tecnologia a serviço do cidadão. Estas iniciativas demonstram a sinergia que temos com todos os órgãos e secretarias estaduais - destacou Antonio Bastos.

Visando modernizar o Data Center do Governo do Estado e melhorar a prestação de serviços à população com uso da tecnologia para permitir a implantação de um Governo Digital, o Proderj e a Secretaria de Estado de Segurança assinaram este ano o termo de cessão que permitirá o uso da sala cofre localizada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

Os equipamentos doados serão instalados neste local, possibilitando o processamento e armazenamento de informações cruciais do Governo, gerando um impacto direto nos serviços prestados para órgãos e secretarias estaduais como segurança, saúde, fazenda e planejamento, Procuradoria Geral do Estado, entre outros. A modernização sem qualquer custo de equipamento ao Proderj permitirá a utilização de modernas ferramentas que possibilitarão uma gestão mais eficiente e transparente das informações de governo e a implantação de novos sistemas, face ao grande aumento da capacidade computacional.

Já o projeto Agenda Digital 2030 é uma parceria da autarquia com a PUC-Rio e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (SECTIDS), através da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio (Faperj). O objetivo é mapear as prioridades das secretarias e da população para definir um plano estratégico de TIC que realmente priorize e atenda as principais demandas do Estado.  O uso da tecnologia terá foco nas áreas de atuação do Governo que apresentam a maior demanda e potencial, como Educação, Saúde, Desenvolvimento Econômico e Social, Segurança e Gestão. Todo material produzido ficará como legado para as próximas administrações.

Neste processo de aproximação contínua com as áreas de governo, a já estreita parceria entre a Setrans e o Proderj se intensificou desde o início de julho, quando a íntegra das transações de bilhetagem eletrônica de todos os modais de transportes, sob concessão estadual, passou a ser transferida e gerida diretamente pela autarquia. Estão armazenadas no Proderj cerca de 2,5 bilhões de transações valoradas e de gratuidade da área de transporte público dos modais: barcas, trens, metrô, ônibus e vans.

- O conhecimento que iremos extrair desse conteúdo será imprescindível para a validação de políticas públicas existentes e criação de novas políticas de transporte. Esses dados irão nos permitir interpretar o passado e escrever um novo futuro – destacou o secretário de Estado de Transportes, Rodrigo Vieira, sobre a parceria.

Outra ação importante é a criação da nova tabela de serviços da autarquia para dar suporte aos outros órgãos. Por exemplo, através de uma nuvem privada do Estado, hospedada no Proderj, será possível realizar a oferta de serviços aos órgãos da administração direta e indireta, autarquias e secretarias estaduais. Contempla também diversos modelos de serviço como a elaboração e execução de projetos de TIC, o desenvolvimento de sistemas, suporte técnico especializado e hospedagem, que serão oferecidos com maior segurança, economicidade e modernidade.

SIGA A #ABEPTIC:

  • Facebook - ABEP TIC
  • LinkedIn - ABEP TIC
  • Instagram - ABEP TIC
  • YouTube - ABEP TIC

O BOLETIM ABEP É UM OFERECIMENTO DE:

isgparticipacoes_banner_abep_700x90px.pn