Prêmio e-Gov vai oferecer R$ 10 mil para o melhor projeto de governo eletrônico de 2021

A Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC) anunciou a abertura das inscrições para a 19ª edição do Prêmio Excelência em Governo Eletrônico (e-Gov). A premiação, que acontece dia 8 de dezembro na abertura da 49ª edição do Seminário Nacional de TIC para Gestão Pública (SECOP), visa reconhecer os projetos e trabalhos de governo eletrônico criados com a intenção de digitalizar e melhorar o serviço público.

 

O presidente da ABEP-TIC, Tasso Lugon, explica que o prêmio foi criado em 2002, em parceria com o Ministério do Planejamento, para reconhecer e valorizar os avanços feitos na gestão e nos serviços ao cidadão por meio da tecnologia. "O Prêmio e-Gov é a mais importante premiação de TIC para a gestão pública do país. Trata-se de uma forma de estimular o surgimento de soluções de TI para aperfeiçoar a administração pública, algo que, com a pandemia da Covid-19, ganhou ainda maior importância em razão do trabalho remoto forçado e da necessidade de maior acesso digital aos serviços prestados à população brasileira”.

 

Segundo Tasso, a pandemia obrigou as entidades públicas a se reinventarem e adotarem ainda mais a tecnologia para suprir as demandas. Por isso, espera-se que neste ano o número de projetos inscritos supere o da última edição, uma vez que importantes iniciativas contribuíram para o funcionamento do serviço público numa realidade completamente atípica.

 

Podem participar projetos de órgãos, entidades e empresas públicas federais, estaduais e municipais. As inscrições vão até as 17 horas do dia 30 de setembro.  Para se inscrever, é necessário ter desenvolvido projetos na área de TIC, que ofereçam soluções para os serviços públicos digitais, tornando-os mais efetivos e facilitando a vida do servidor e cidadão. Cada entidade pode submeter no máximo 3 iniciativas em cada categoria.

 

As iniciativas submetidas à premiação devem seguir critérios como ineditismo, aperfeiçoamento de serviços e promoção da democratização do acesso e de oportunidades, promoção de interação com o governo e integração de funções, avanços significativos para garantir a segurança e a privacidade dos dados do cidadão, comprovação de resultados e possibilidade de replicação. Outro quesito que será critério de avaliação da comissão julgadora é a qualidade técnica da iniciativa.

 

Os trabalhos podem ser submetidos em duas categorias: e-Serviços Públicos e-Administração Pública. Na primeira, participam as iniciativas que facilitam a distribuição de informações e serviços ao cidadão e empresas, promovendo a interação direta entre o cidadão, o governo e iniciativas de democratização eletrônica. A segunda categoria se refere às iniciativas de governo eletrônico com foco na qualidade de integração entre os serviços governamentais, oferecendo reestruturação e aperfeiçoamento de processos, rotinas e projetos internos.

 

A classificação final será obtida por meio de uma segunda avaliação dos finalistas. Por fim, receberá o Prêmio Excelência em Governo Eletrônico a iniciativa com a maior nota final envolvendo as duas categorias.  Para participar da solenidade de premiação, que acontecerá em Vitória (ES), o representante de cada uma das iniciativas finalistas receberá credencial franqueada, passagens e hospedagem de até 3 diárias em um dos hotéis do evento. O projeto classificado para o 1º lugar do Prêmio e-Gov receberá R$ 10 mil.

 

Na última edição do evento, realizada em 2019, o Prêmio e-Gov foi entregue para a iniciativa Paraná Inteligência Artificial (PIÁ), desenvolvido pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar). Com a finalidade de desburocratizar, simplificar e facilitar a vida dos paranaenses, o projeto viabiliza o acesso fácil a mais de 350 serviços como pagamento de contas, agendamento de atendimento em órgãos públicos, solicitação de renovação de documentos, emissão de guias de pagamentos, consulta de pontuação da CNH e até verificação de boletim escolar.

 

Segundo André Tesser, Diretor Jurídico da Celepar, a premiação traz para o Estado do Paraná um duplo sentimento. “É um sentimento de satisfação, primeiramente, do reconhecimento que fez com que a Celepar fosse ainda mais reconhecida como uma empresa de tecnologia com excelência voltada para atendimento de governo, mas também traz para nós um grande sentimento de responsabilidade de poder melhorar ainda mais o projeto e continuar nesse caminho de melhora de serviços para atendimento do cidadão paranaense e do cidadão brasileiro”, declara.

 

Mais informações e inscrições, acesse: https://www.secop.org.br/site/secop2021/premio-e-gov